Artigos

| Tempo de leitura: 3 minutos

Preciso comprar móveis para meu novo apartamento, mas não tenho todo o dinheiro. Faço um empréstimo?

Reading Time: 3 minutes

“Preciso comprar móveis e eletrodomésticos para meu novo apartamento, porém não tenho um cartão de crédito com um limite para tal feito. A melhor saída é fazer um empréstimo no banco, tentar fazer um cartão com limite mais alto ou fazer um cartão da própria loja de móveis?”

Virginia Prestes, CFP®, responde:

Olá, leitor, agradeço o envio de sua pergunta. É realmente muito importante não realizar compras por impulso; você está correto em pesquisar e informar-se sobre as possibilidades de pagamento, buscando orientação especializada. Desta forma, você pode tomar uma melhor decisão e ampliar sua educação financeira.

Em sua pergunta, você disse que precisa comprar utensílios para seu apartamento, mas o atual limite de seu cartão de crédito não comporta o tamanho da despesa. Antes de entrar efetivamente nas possibilidades de financiar este montante, gostaria de sugerir que você pense se esta dívida é compatível com seu orçamento, pois é importante adequar os seus gastos à sua realidade financeira. Existem alternativas que podem ser mais baratas, como comprar os móveis e eletrodomésticos seminovos pela internet ou nas chamadas “família vende tudo”, que vendem estes objetos muito mais baratos do que as lojas. Outra possibilidade é priorizar os itens de acordo com a necessidade e comprar os menos necessários depois, evitando o endividamento.

Considere estas alternativas para diminuir sensivelmente o volume de recursos que você irá despender mobiliando o seu apartamento. É perigoso comprometer um percentual muito alto de seu orçamento em dívidas e, como você falou em “novo apartamento”, imagino que talvez você ainda tenha prestações a pagar deste imóvel, caso a compra tenha sido financiada. Veja como estão suas finanças fazendo seu fluxo de caixa e orçamento mensal, com suas receitas e despesas.

Vamos à questão levantada: hoje em dia é comum vermos anúncios de produtos sendo vendidos com pagamento parcelado sem juros. Porém, isto acontece porque o preço deste produto já embute o custo do financiamento. Por isso, quando vamos realizar uma compra, o interessante é sempre que possível fazê-la com pagamento à vista, para que você possa negociar um desconto e pagar mais barato. Recomendo que, assim que possível, você se organize para começar a poupar parte de sua renda e formar uma reserva financeira. É muito perigoso contrair altas dívidas que comprometam seu orçamento; isto pode ocasionar um descontrole financeiro e culminar até em inviabilizar permanecer com seu imóvel.

Ao buscar um empréstimo pessoal, a taxa média de juros que os bancos cobram está próxima aos 4% ao mês, segundo pesquisa divulgada em setembro de 2017 pela Associação Nacional dos Executivos de Finanças Administração e Contabilidade (Anefac). Dificilmente esta será uma boa alternativa, pois o valor total do empréstimo com os juros com certeza será superior ao desconto concedido pela loja na compra à vista.

Com relação à compra com cartão de crédito, precisamos saber se você vai pagar os juros do parcelamento pelo cartão ou a loja irá financiar os produtos sem juros (situação conforme comentei em que os juros já estão embutidos no valor anunciado).

Se for necessário pagar os juros do parcelamento pelo cartão de crédito, compare o custo efetivo total com o valor final da opção por empréstimo pessoal e pagamento à vista com desconto. Parcelar o valor pelo cartão de crédito é possível no ato da compra e a taxa de juros costuma ser em linha com o valor cobrado no empréstimo pessoal. Este parcelamento é diferente de realizar o pagamento mínimo da fatura mensal, postergando os pagamentos. Lembre-se de que os juros do pagamento rotativo do cartão de crédito estão entre os mais caros de toda a indústria; por isso, pague sempre suas faturas integralmente.

Com relação ao cartão de crédito da própria loja, solicite informações completas sobre as condições ofertadas. Às vezes há bons benefícios incluídos, mas há varejistas que cobram mensalidade quando há utilização. Neste caso, usar este cartão apenas para parcelar esta compra pode encarecer consideravelmente cada parcela e tornar-se desinteressante.

Veja se existe a possibilidade do aumento de limite em seu cartão atual, pois em geral, quando se concentra as despesas em um único cartão, tem-se as vantagens de melhor organização das finanças e possíveis benefícios em programas de fidelidade por pontos ou milhas aéreas que os cartões costumam oferecer. Sem contar que fica mais fácil negociar a isenção da anuidade.

Para resumir, busque as informações completas sobre as possibilidades que você apresentou, compare as taxas cobradas e a possibilidade de desconto na compra à vista. Somente colocando tudo na ponta do lápis será possível ter a certeza de tomar a melhor decisão.

Boas compras e parabéns pelo novo apartamento!

Virginia Prestes é planejadora financeira pessoal e possui a certificação CFP® (Certified Financial Planner), concedida pela Planejar – Associação Brasileira de Planejadores Financeiros. E-mail: virginia@criteriainvest.com.br.

As respostas refletem as opiniões do autor, e não do site EpocaNegocios.globo.com ou da Planejar. O site e a Planejar não se responsabilizam pelas informações acima ou por prejuízos de qualquer natureza em decorrência do uso destas informações.

Texto publicado no site Época Negócios em 22 de janeiro de 2019