A força de uma associação na criação de uma profissão

Por Mauricio Leite, CFP®, e Fernando Pureza.

A profissão de planejador financeiro pessoal ainda não existe formalmente, mas caminha para isto a passos largos. Muitos fatores contribuem para isto, como ter uma certificação que estabelece altos padrões globais de prática e conduta do profissional. Outro fator muito importante é ter um ambiente onde os próprios profissionais de planejamento financeiro possam ter a possibilidade de trocar experiência e ajudar no desenvolvimento desta atividade, disseminando seus benefícios para um público mais amplo. 

Este é o papel da associação. A Financial Planning Association (FPA) é a maior associação de planejadores financeiros do mundo. Resultado de uma fusão em 2000 entre o “Institute of Certified Financial Planners” (ICFP) e o “International Association for Financial Planning” (IAFP), a FPA reúne mais de 24 mil associados, predominantemente de planejadores americanos, apesar de ter e incentivar a participação de profissionais do resto do mundo, inclusive do Brasil. Associados do IBCPF têm descontos na associação internacional da FPA. 

Nos EUA a FPA possui 100 escritórios regionais (chapters) e por isto promove todos os anos um congresso que a cada ano se realiza em uma cidade diferente. O IBCPF, como co-irmão da FPA, é convidado a participar deste congresso anual.  A participação nestes congressos, que duram de 3 a 4 dias, dá uma dimensão do estágio em que se encontra a atividade de planejamento financeiro pessoal nos EUA. Vale a pena pelo menos uma vez na vida uma ida ao Congresso da FPA para qualquer profissional que tenha interesse na atividade de planejamento financeiro. Melhor ainda, se for participando de um grupo de estudo (Study group)!

O último congresso da FPA aconteceu entre os dias 15 e 18 de setembro, em San Diego, Califórnia. Pelo IBCPF, estiveram presentes Fernando Pureza e Maurício Leite, que fizeram parte também do grupo de estudos organizado por Tobias Maag. A Conferência contou com cerca de 2.300 participantes de várias partes do mundo. As palestras realizadas na conferência valiam pontos para o programa de educação continuada e foram organizadas em oito grandes temas: planejadores em transição, life planners, planejadores de aposentadoria, planejadores de nicho, gestores de carteira, otimização do negócio, planejadores de pequeno negócio e jovens profissionais. As palestras ocorriam na parte da manhã e início da tarde, tendo sempre uma apresentação mais extensa no final da tarde para todos os participantes da Conferência. Vide a programação completa no site: http://www.fpaannualconference.org/

Mauricio Leite, diretor do IBCPF, conta como foi sua experiência no Congresso da FPA de San Diego. “Durante a conferência, realizamos várias reuniões com representantes do FPSB e FPA, além de encontros com planejadores financeiros de várias partes do mundo (Índia, Canadá, Austrália, Holanda, Inglaterra etc). Nas atividades do grupo de estudos, ocorreram várias atividades nos dias que antecederam o congresso. Desde visita a uma pequena empresa local de planejamento financeiro para entendermos o modelo que eles utilizam por lá, até visita a uma das maiores empresas de planejadores financeiros dos EUA, TD Ameritrade. Participamos junto com o grupo de planejadores indianos de um workshop coordenado pela Deena Katz durante uma manhã inteira. Deena é professora da Texas University, planejadora e autora do livro Deena Katz on Practice Management: for Financial Advisers, Planners and Wealth Managers. Outro ponto alto da programação do study tour foi a visita à San Diego State University para uma apresentação com o Dr. Tom Warschauer, um dos precursores no desenvolvimento de um programa de graduação em planejamento financeiro dos EUA”.

Mauricio ainda enfatiza o network e a possibilidade de troca de idéias com os profissionais de lá. “Nestes encontros, tivemos a oportunidade de discutir vários assuntos: com é estruturado o negócio do planejador financeiro? Como é a forma de remuneração do planejador financeiro (fee x comission x hora trabalhada)? Como crescer o negócio? Como atingir um público ‘emergente’? Como é a percepção de valor dos clientes? Problemas de conflito de interesse? Enfim, nada diferente do que discutimos no Brasil, na Índia, Holanda….A chance de encontrar profissionais de outras partes do mundo, de saber como eles praticam o planejamento financeiro, suas dificuldades e desafios, é extremamente rica. Além de ser uma oportunidade de aprendizado, a Conferência é um espaço de troca de experiências bastante interessante”. 

A próxima Conferência da FPA já está marcada para outubro de 2012, em San Antônio, Texas. Fica aqui a dica!