Notícias

| Tempo de leitura: 1 minuto

Framing: como o contexto altera a nossa percepção da realidade

Reading Time: 1 minute

“A realidade não é objetiva”, afirma Aquiles Mosca, autor dos livros “Investimento sob medida” e “Finanças Comportamentais” e, responsável pelo projeto digital de investimentos e distribuição não tradicional do BNP Paribas Asset Management, em palestra no Congresso Planejar 2018.

Mosca explicou o conceito de framing ou emolduramento, que exerce uma grande influência no processo decisório de investimento. O fenômeno trata de como uma pequena colocação, uma palavra distinta ou o contexto em que uma afirmação é formulada pode alterar completamente a percepção da realidade. “O emolduramento é capaz de influenciar a nossa percepção sobre se algo é bom ou ruim”, afirma. Funciona mais ou menos como uma ilusão de ótica. O cérebro luta constantemente para encontrar contexto, sentido e significado para as informações que chegam a ele, podendo ser manipulado para interpretá-la de diferentes maneiras, a depender dos insumos fornecidos. “A percepção da realidade não é absoluta, ela é totalmente dinâmica”, declara Mosca.
Ele usa como exemplo uma questão muito atual do cenário político-econômico do país, a Reforma da Previdência. Vista como uma perda por muitos, ela pode ser analisada sob uma ótica positiva a depender dos dados usados como comparativo. “Podemos pensar, por exemplo, que mesmo com a reforma as pessoas terão mais anos para usufruir a aposentadoria, devido ao aumento da expectativa de vida”, explica.

Para o especialista, o framing é uma fragilidade se passa despercebido, mas a partir do momento em que estamos atentos a ele e passamos a questionar a janela de análise em que dados e informações nos são apresentados, não estamos mais totalmente vulneráveis a ele.