Notícias

Aprendizados e oportunidades de crédito e mercado são foco de painel

Os últimos quatro anos foram muito desafiadores para o País, mas deixaram alguns aprendizados para os planejadores financeiros. Foi o que apontaram os painelistas da quinta rodada de discussões do Congresso, sobre “Riscos de crédito, mercado e liquidez”, Arturo Profili, sócio-fundador da Capitânia; Mirian Abe, analista de crédito da XP; e Jean-Pierre Cote Gil, sócio, gestor de investimentos e responsável pela área de crédito na GPS. A mediação ficou a cargo de Carlos Augusto Lopes, sócio-fundador da Uqbar.

Um dos aprendizados está relacionado ao risco de seleção do empresário ou acionista com o qual trabalhar. De acordo com os especialistas, é preciso checar a índole desses indivíduos, o histórico de comportamento deles em outras situações difíceis, entre outros pontos. Outro aprendizado foi sobre tomar garantias de forma a evitar prejuízos financeiros caso o planejamento não saia como o esperado. Os especialistas, contudo, destacaram que esses casos são escassos no Brasil, pois o mercado é bastante regulado.

Para eles, a conjuntura atual, de juros mais baixos, deve propiciar o mercado de crédito. Os argumentos são que os juros mais baixos contribuem para as previsões e a tomada de decisão, facilitando a busca por esse tipo de operação, o que deve impulsionar a retomada da economia. Já a liquidez do mercado secundário não é boa, em parte devido à baixa oferta de papéis e à grande oscilação dos preços. No entanto, apontaram uma melhora nos últimos anos. A perspectiva é de evolução.