Liquidez de fundo DI é boa na emergência

Olá boa tarde, Li uma de suas matérias e achei muito interessante, foi onde tive acesso ao e-mail de vocês e venho aqui tirar uma dúvida e espero que possam me ajudar. Tô pra receber uma quantia de R$ 5.000,00 e quero investir pra o futuro, gostaria de saber onde melhor aplicar por um período de 2 a 3 anos e se possível caso eu coloque em um fundo DI, quanto ele me geraria de montante no final desses períodos.

Roberto Seidel, CFP®, responde:

Caro leitor, primeiramente gostaria de parabenizá-lo pela consciência de pensar em seu futuro, pois uma coisa é certa quando se trata de comportamento financeiro: você colherá lá na frente o que está plantando hoje. Não tem milagre.

Para lhe orientar quanto ao melhor investimento para você, eu precisaria aplicar um questionário contigo para inicialmente definir qual é seu perfil de investidor. Além disso, precisaria entender melhor qual é sua situação financeira (renda, patrimônio, dívidas, etc.) para saber se poderíamos, por exemplo, além de iniciar com esse valor, fazer aplicações mensais no seu investimento.

Vou considerar que você tem perfil mais conservador, pois é onde se enquadra a maioria das pessoas. Neste caso, eu lhe recomendaria um fundo de investimento de baixa volatilidade, onde os resultados não variaram muito de um mês para outro nos últimos meses e isso o deixaria mais tranqüilo. Dentro desse critério, poderíamos usar vários fundos de renda fixa (onde se enquadram os DIs que você mencionou) e alguns fundos multimercados mais conservadores. A grande vantagem de utilizar fundos como instrumentos de investimento é a liquidez que eles te proporcionam (possibilidade de resgatar algum valor rapidamente em caso de alguma emergência financeira), além de utilizar o serviço de um gestor que escolherá as melhores opções para compor o seu fundo de investimento. Temos apenas de ter o cuidado de escolher um fundo que possua taxa de administração justa e que esteja entregando resultados satisfatórios. Mesmo assim, sempre é bom lembrar que, no caso de fundos de investimentos, o histórico de boa rentabilidade passada não é garantia de boa rentabilidade futura. Diferente de investimento em título de renda fixa onde já saberíamos o que você ganharia.

Quanto ao montante final de investimento, vou considerar o prazo de 3 anos onde o imposto de renda para esse tipo de aplicação é de 15% sobre o rendimento. Bons fundos DI têm rendido em torno de 100% do CDI. Considerando o CDI de hoje que está em 12,6% ao ano, você teria uma rentabilidade de 42,763% após 3 anos. Descontando o imposto de renda de 15%, restaria 36,348% de rentabilidade líquida em 3 anos. Se aplicarmos esse resultado ao seu valor inicial de R$ 5.000, após 3 anos você teria um valor líquido de R$ 6.817,42. No entanto é importante ficar bem compreendido que estamos fazendo uma simulação considerando que o CDI se manteria “congelado” em 12,6% ao ano durante os 3 anos de investimento. Como não é possível sabermos qual será o valor do CDI daqui pra frente, não podemos esperar que o resultado final seja exatamente esse. Por fim, esse resultado poderia ser muito melhorado com aportes mensais, pois aplicações mensais de R$ 300, por exemplo, já aumentaria seu valor líquido final para algo em torno de R$ 19.300.

Espero tê-lo ajudado com essa resposta e lhe parabenizo também pela iniciativa de buscar conhecimento nessa área.

Roberto Seidel, CFP® é planejador financeiro pessoal e possui a certificação CFP® (Certified Financial Planner), concedida pela Planejar – Associação Brasileira de Planejadores Financeiros. Email: [email protected]

As respostas refletem as opiniões do autor, e não do jornal Valor Econômico ou da Planejar. O jornal e a Planejar não se responsabilizam pelas informações acima ou por prejuízos de qualquer natureza em decorrência do uso destas informações. Perguntas devem ser encaminhadas para: [email protected].