Planejar revisa Código de Ética

Com o objetivo de tornar o Código de Ética – cuja versão vigente é de 2010 – mais simples e aplicável, o Conselho de Normas Éticas da Planejar está trabalhando em sua revisão. Destaca-se que não haverá mudanças nos princípios, mas sim ajustes e reorganizações para facilitar a utilização do documento.

“O fundamento da revisão do Código de Ética foi apresentá-lo mais atualizado, simples e aplicável”, Andrea Moufarrege, CFP®, Coordenadora do Conselho de Normas Éticas da Planejar.

A entrega da revisão do Código de Ética será em um evento a ser realizado ainda no primeiro semestre de 2018. Além do lançamento, o Conselho atuará nos canais de comunicação da Planejar, promovendo o assunto e colocando-o com temas práticos.

A Planejar, em especial o Conselho de Normas Éticas, atua para que o planejador financeiro tenha todo o respaldo para cumprir sua missão de prover ferramentas para que as famílias possam se organizar financeiramente e, assim, atingir seus objetivos.

Para 2018, a expectativa do Conselho é cumprir os objetivos traçados no plano estratégico da Planejar, engajando os associados nas mudanças. O Conselho estimulará uma maior participação dos associados, seja na indicação de casos para avaliação ou na participação dos grupos de trabalho, de forma que mais pessoas estejam envolvidas e presentes no tema ética.

 

Sobre o Conselho

O Conselho de Normas Éticas tem como objetivo analisar as práticas dos planejadores financeiros certificados em relação à sua conduta profissional e observar se eles estão alinhados com os princípios do Código de Ética da Planejar. Para tanto, o Conselho é responsável por guardar os princípios do Código e orientar os associados. O Conselho de Normas Éticas tem atuação em todos os pilares de valores da Planejar, sendo eles Integridade, Excelência e Engajamento.

A preservação da Integridade do planejador financeiro permeia todo o trabalho do Conselho. A Excelência, representada pela certificação, passa por várias perguntas sobre o tema ética e, por fim, o Engajamento dos associados na indicação e avaliação de casos apoia a atualização constante e o fortalecimento da imagem ética do profissional CFP®.

Clique aqui e conheça os membros da Conselho.